11 de maio de 2009

Gran Torino, Gran Eastwood

Fui ver. Gran Torino. Gran Clint. Gran Filme.
Dizem que este é o último filme em que Eastwood aparece como actor, e que a partir de agora será apenas realizador.
Eu gosto tanto dele como realizador, tal como actor, e neste filme lembrou-me muito dos seus tempos de Dirty Harry.

Neste filme, ele interpreta o papel de um recém viúvo, amargurado com a vida, ex-combatente da Coreia, e extremamente resmungão, mas a verdade é que nos faz rir bastante com os seus comentários de velho racista. Não fiquem horrorizados com o que acabei de escrever. Os próprios coreanos no filme gozam com os comentários dele, porque ele é assim mesmo. 

O filme mostra a dificuldade de se vencer e tentar ser alguém sem entrar no mundo da criminalidade e num gang. Aos olhos desses frustrados, qualquer pessoa jovem que não seja delinquente e queira fazer algo da vida, tem a mania que é superior. Por isso, tentam de qualquer forma forçar os poucos bons que existem a ficarem como eles. Se não conseguem, partem para a violência.

Achei foi o bilhete do cinema extremamente caro: €6, ou seja, 1.200$00 escudos!!! Um escândalo!

O filme é muitíssimo bom, e não quero adiantar muito mais para não estragar a história. Posso-vos dizer que o filme estreou em Fevereiro no nosso país, e ainda está a ser exibido em muitas salas, passados 3 meses. Por algum motivo deve ser.

2 comentários:

Cindy disse...

Ainda não vi esse... são tantos os filmes e tão pouco tempo para os ver, que normalmente depois alugo, o problema é que em casa adormeço!

Aqui os bilhetes, no unico cinema de jeito, que é o Cinemacity, custam 5,5 eur e mais 2 eur se for a 3D!

Beijocas.

Deusa disse...

Também não vi ainda, mas quero ver! Agora, deixa-me dizer que na minha opinião os bilhetes do cinema em Portugal são baratos, porquê já há anos que na Estónia o preço ronda por volta das 7 euros!