23 de junho de 2009

Diário de uma operação - Dia 1

Ontem o meu pai foi submetido a uma intervenção cirúrgica à aorta toráxica, devido à dilatação da mesma em quase 6 mm (aneurisma).

A intervenção teve lugar na Cuf Infanto Santo, e devo dizer que tanto as instalações como o pessoal são impecáveis.

De acordo com o Prof. Fragata, o cirurgião responsável pela operação, informou-nos que correu tudo bem, como previsto, se bem que a dilatação porlongava-se por toda a aorta no coração, vindo a ser substituída o máximo possível (34mm).

Descobriram também que, em vez dos habituais 3 cúspicos que a aorta tem, i.e., saídas do sangue, a aorta do meu pai só tinha 2 cúspicos, pelo que também foi substituído.

Quando o vi na UCI, minutos depois da cirurgia, achei-o com bastante bom ar e boas cores, apesar de estar ainda sob o efeito da anestesia geral, uma anestesia profunda.

O tempo para uma pessoa acordar de uma anestesia geral varia de acordo com a idade e peso. Quanto mais velha e mais gorda, mais tarde acorda, devido ao seu metabolismo ser mais lento.

E assim ficou no final da operação.

2 comentários:

Cindy disse...

Agora é só recuperar!
Beijocas grandes e rápidas melhoras!

Tiago disse...

primeiro passo para a recuperação total

Força