12 de maio de 2009

Incapaz de ficar indiferente

Primeiro vejo na SIC a jornalista, que esteve com os delinquentes dos bairro da Bela Vista, perguntar aos ditos se acham bem roubar. Um deles diz que não, mas como não arranja emprego, "um gajo tem de se safar". Daí também o carjacking.

De seguida a jornalista pergunta: Mas não queres trabalhar? Ao que o mesmo responde: Quero, mas não arranjo. E queria jogar futebol. Isso é que queria mesmo. Mas não deu.

Recuso-me a comentar.

E depois vejo este filme que me chegou por e-mail e me deixa ainda mais revoltada. Por favor divulguem para apanhar estes filhos da p**a, sem ofensa às senhoras, e os palhaços que deixaram que tudo acontecesse. O rapaz, se não morreu, deve ter ficado com danos cerebrais permanentes. E a raiva, e gosto, de um dos do gang, em particular, é impressionante e assustadora.

E mesmo depois do espancamento, ninguém faz nada. É como se o rapaz não estivesse lá. Não se aproximam a ver se está vivo, não chamam uma ambulância... NADA!!!!!!!

Este crime passou-se no Porto. Eis parte do texto que acompanha o vídeo: Este vídeo foi filmado por uma câmara instalada no exterior de um Bar-Discoteca no centro comercial Stop na rua de heroísmo no Porto.
Vejam como actuam os "gangs da noite" e observem bem a reacção das pessoas que presenciam este espancamento,
 ... e principalmente observem bem a atitude dos tristemente célebres "seguranças" dos Bares-Discotecas.


video

3 comentários:

Anónimo disse...

Simplesmente sem palavras.
No entanto o espancamento não ocorreu em Portugal.
Junto envio o link da referida notícia.

http://sol.sapo.pt/blogs/jota40/archive/2009/04/28/OS-GANGS-DA-NOITE-_2E002E002E002E002E002E00_.aspx

Cindy disse...

Sem comentários...

gui.tattoo disse...

Já tive confirmação de que afinal esta cena não se passou em Portugal, por isso não teve "honras" de noticiário...

É chocante, não se passou no nosso país...
Passou-se no Brasil e tudo não passou de um ajuste de contas em que a vítima acabou por ficar cega de um olho e com lesões para o resto da vida...

Uma cambada de sacanas que não vê a vida da mesma forma que nós...

Tenho dito !