31 de agosto de 2009

O que achei de Londres

Antes de dizer o que quer que seja, devo frisar bem que esta é apenas a expressão da minha e pessoal opinião. Nada mais.

Passei 8 dias na imensa cidade que é Londres, e diverti-me bastante. No entanto, venho de lá com um sentimento que lhe faltava o misticismo ou mais carácter que esperava encontrar. Esperava-a mais... Britânica. E não me refiro ao tempo nem ao facto de não ter chuvido.

Picadilly Circus fez-me lembrar imenso Times Square. Na verdade, por Londres ser tão cosmopolita, lembrou-me muito Nova Iorque.

É bom não esquecer que Londres não representa, de todo, a cultura britânica, devido à miscelânea de culturas que ali existem.

Ao contrário do que esperava, achei que Londres estava com bem menos turistas do que o habitual. Será pela gripe A? Pela crise? Não sei. Mas a verdade é que não havia enchentes, ainda por cima em meados de Agosto, como antigamente.

Os gentlemen ingleses não residem, de todo, em Londres. Porém, quando estamos na bicha para apanhar o autocarro, não há, na verdade, uma bicha, mas sim um aglomerado de gente, que não se importa quem entra primeiro no autocarro, quer tenha sido o último a chegar e o primeiro a entrar, quer não. Cá seria impensável. E contra mim falo. Começava logo a barafustar se me passassem à frente. Lá, ninguém liga. E olhem que andei mesmo muito de autocarro!

Outra coisa que notei, em contraste com NY, foi que "Bom dia" não faz parte do vocabulário dos londrinos. Nem nos autocarros, nem nas lojas... Nada. Nós damos os bons dias e eles... Moita calado. Nas lojas não ligam nenhuma, e, de forma geral, como empregados não são muito simpáticos, com excepção dos que trabalham em pubs. Se são, então não são de lá.

O número de mães inglesas que se passeavam com 4 filhos pequenos era imenso!! E não estou a falar de mãe adolescentes, mas sim de mulheres com idade para ser mãe. Vi imensas mães de 4. Quem diria...

Compreendo agora porque os ingleses se vestem tão mal. Em particular as raparigas: as lojas também não têm coisas giras para oferecer. Talvez por isso tenha comprado tão pouca coisa, e o que comprei foi apenas em 2 sítios diferentes. Curioso, não? Mas atenção que não estou a falar das lojas mais caras, mas sim das "normais". Se bem que entrei em algumas como French Connection, Gap, Burburry's, e nada me apelou aos sentidos. Em Zaras, Massimmo Duttis, e afins nem entrei.

Há algo que, sem dúvida, nos faz sentir em Londres: os Pubs. E vivam os pubs, quem os frequenta, e o espírito que ali se vive! E olhem que eu não bebo!

A comida melhorou significativamente, desde a última vez que lá estive, e a oferta é imensa e de grande qualidade. Têm uma coisa boa: Não pôem sal nas batatas fritas.

Em Notting Hill não me senti em Nova Iorque. Via os estrangeiros que por lá andavam (poucos, pois fui durante a semana, e não no fim-de-semana que é quando há o mercado e as pessoas mal se conseguem mexer) e achava que eles eram... Turistas. Nem mais.

Há uma zona, mais afastada do centro, que me fês lembrar muito o Bairro Alto. Muita gente. Muita vida nocturna. Muito alternativo. Muito giro.

E pronto. Acho que foi esta a ideia com que fiquei de Londres. Mas, atenção, vale muito a pena visitar esta cidade. E, quem sabe, ficam com uma opinião diferente da minha.

Se estão a pensar ir lá, boa viagem e divirtam-se. É facil. E não vão alarmados com a Gripe A. Cá fazem muito mais barulho do que lá. Cá anda tudo histérico. Lá não. Sei que estão a ler e a pensar "Por isso é são o país Europeu com mais casos". Será, MESMO, por isso?

3 comentários:

Cindy disse...

Só estive em Londres um fim-de-semana, exactamente há 10 anos e concordo contigo em muitas coisas: as pessoas vestem-se com mau gosto, não só mulheres, como homens também. Foi a cidade que vi com mais diferença de culturas e o pubs são realmente muito bons, pena fecharem tão cedo!!!

Gostava de lá voltar para visitar locais que desconheço, mas tenho prioridades!

Isto é que foram férias!!!! As minhas, hoje em dia, tem que ser resumidas a descanso!!! Estou a ficar velha!!! ;)

Beijocas grandes

gui.tattoo disse...

Vou tentar não morrer sem por lá dar uns passeios...
É mítico em todas as áreas... dos palácios às noitadas, passando pela pontualidade.

Um dia quem sabe !

Obrigado pela lembrança ;)

Girl disse...

Londres também foi uma decepção para mim. Subscrevo o que dizes. O que mais gostei foi do Camden Town Market. http://www.camdenlock.net/camdenlock/history/history.html Isto sim, vale mesmo a pena porque não existe nada do género em Portugal.